CloudWare

cafelog-coffee

Desenvolvendo uma Simples Aplicação com o Hibernate - Parte 1/3

Terça, 27 Dezembro 2011

hibernate

Iremos desenvolver uma simples aplicação que realizará as funções básicas do SQL: SELECT, INSERT, UPDATE e DELETE, o famoso CRUD. Vamos utilizar o Java 6, Hibernate 3.6.6, MySQL5 e o NetBeans 7 neste projeto. Para baixar o Hibernate acesse: http://hibernate.org/downloads.
Primeiramente crie um novo projeto no NetBeans com o nome de sua preferência, aqui daremos o nome de HelloHibernate. Feito isso iremos importar as APIs necessárias para o funcionamento do Hibernate, são elas:

  • hibernate3.jar;
  • hibernate-jpa-2.0-api-1.0.1.Final.jar;
  • antlr-2.7.6.jar;
  • commons-collections-3.1.jar;
  • dom4j-1.6.1.jar;
  • javassist-3.12.0.GA.jar;
  • jta-1.1.jar;
  • slf4j-api-1.6.1.jar;
  • slf4j-simple-1.6.1.jar.

A API slf4j-simple-1.6.1.jar não vem no pacote de instalação do Hibernate, mas ainda assim é necessário para seu funcionamento. Para baixá-la acesse: http://slf4j.org/download.html.
Agora iremos criar as seguintes classes:

  • Main (Formulário JFrame);
  • HibernateUtil (Classe que realizará a persistência dos dados);
  • Sessao (Responsável pela conexão com o Banco de Dados);
  • Pessoas (POJO da tabela pessoas que será criada mais a frente).

Nesta aplicação iremos fazer um sistema de cadastro/consulta com apenas 3 campos: nome, idade e sexo que são do tipo, respectivamente, string, integer e character.

A INTERFACE GRÁFICA

A interface gráfica deve ser feita parecida com a figura abaixo:

interface
Interface gráfica da aplicação


Nesta interface encontramos os seguintes componentes Swing:

  • JTextField: txtNome;
  • JSpinner: spnIdade;
  • JRadioButton: rdoM e rdoF (Com o ButtonGroupgrpSexo);
  • JButton: btnInserir, btnAtualizar, btnDeletar;
  • JTable: tblRegistros.

O BANCO DE DADOS

O nome do Banco de Dados será hello_hibernate e o nome da tabela pessoas. A estrutura da tabela ficará da seguinte forma:

Campo Tipo Tamanho Atributos
id int 10 Auto Increment, Primary Key
nome varchar 50
idade int 3
sexo char 1
Apenas será necessário criar o Banco de Dados. O Hibernate se encarregará de criar a tabela e os campos. Maravilha não?

MAPEANDO O BANCO DE DADOS

Chegou a hora de criarmos o POJO, a classe responsável por mapear a tabela pessoas. Ela deve ficar da seguinte forma:

public class Pessoas {
    // ATRIBUTOS
    private int id;
    private String nome;
    private int idade;
    private char sexo;
    
    // CONSTRUTOR
        public Pessoas() {
    }


    // GETTERS
    public int getId() {
        return id;
    }
    public String getNome() {
        return nome;
    }
    public int getIdade() {
        return idade;
    }
    public char getSexo() {
        return sexo;
    }


    // SETTERS
    public void setId(int id) {
        this.id = id;
    }
    public void setNome(String nome) {
        this.nome = nome;
    }
    public void setIdade(int idade) {
        this.idade = idade;
    }
    public void setSexo(char sexo) {
        this.sexo = sexo;
    }
}

Apenas declaramos os quatro atributos com seus respectivos tipos e com o modificador de acesso private. Em seguida criamos os métodos getters e setters para cada atributo.

RESUMO

Até agora definimos o escopo da nossa aplicação, criamos o projeto, importamos as bibliotecas necessárias, definimos a interface gráfica e o Banco de Dados, e por último mapeamos o Banco de Dados através de um POJO.

Os próximos passos serão

  • Configurar o Hibernate;
  • Implementar a classa HibernateUtil;
  • Testar a aplicação.

 

Parte 1 | Parte 2 | Parte 3

Android

Java

Hibernate

Joomla!

CSS3

HTML5

Saia na Frente

html5 css3

Sobre Mim

sobre-foto-2Adriel Café é Web Master e Desenvolvedor Java. Ele incentiva o uso/estudo de Web Standards, Java e Android.

Saiba Mais

Encontre-me

facebook linkedin